sábado, 10 de novembro de 2007

COSA NOSTRA, O CÓDIGO DE CONDUTA.

Salvatore Lo Picollo “capo-mor” da máfia Siciliana - Cosa Nostra - foi detido na passada Segunda-feira. Entre os seus pertences foi descoberto um texto que definia os principais deveres e obrigações de um “homem de honra”, os quais deveriam ser cumpridos e interiorizados por todos os membros da “familia”.

Decálogo da Cosa-Nostra:

1º É proibido emprestar dinheiro directamente a um amigo.
2º Não querer a mulher do próximo.
3º Proibir relações com a policia.
4º Não frequentar bares.
5º Estar sempre pronto mesmo que “a tua mulher esteja quase a partir”.
6º Exige-se pontualidade.
7º Deve-se respeitar a esposa.
8º Dizer sempre a “verdade”.
9º Não roubar membros de outros clãs mafiosos.
10º Define as características de quem pode ou não ser membro.

Estes 10 “mandamentos” seriam no mínimo anedóticos, não representasse a máfia 7% do PIB italiano, qualquer coisa como 90 mil milhões de euros em actividades criminosas…

O Provedor de Oeiras

11 comentários:

antonio manuel bento disse...

Caro senhor Provedor de Oeiras,

Com todo o respeito que a sua pessoa me merece, honesta certamente, venho pois eu aqui, e com toda a humildade - premissa primeira que me caracteriza - apenas e só para tentar perceber e naturalmente compreender porque é que um site de blog que tem Oeiras no nome, que inclusive ostenta esse símbolo que carrega o bom nome e origens da nossa prezada terra não se referiu ainda ao Concelho de Oeiras. Ao invés, fala de telefones e ao que parece agora da máfia.
Seria bom, naturalmente que é apenas uma sugestão, humilde certamente, que o senhor Provedor falasse de Oeiras dando-nos a conhecer as suas perspectivas para o concelho a par de projectos futuros.
Gostaria também de saber qual a sua opinião a propósito de Isaltino de Morais e de Emanuel Martins e já agora de Carreiras, que ao que consta passou a estar muito em voga.

António Manuel Bento, um cidadão ao serviço da comunidade.

Edmundo Afonso disse...

Caros Leitores,

Abordamos aqui um tema pouco debatido com verdade, certamente por falta de conhecimento de alguns e muita curiosidade (ignorância atrevida) de outros...
Tenho alguns, parcos, conhecimentos sobre este assunto, não por conhecimnto pessoal, mas através de diversa investigação sobre o tema, que tem muito mais onde "pegar".
Uma abordagem fugaz, mas que julgo pertinente (repare-se nos números...), pois nem tudo é aquilo que parece.

Cumprimentos,

Edmundo Afonso

Anónimo disse...

Caro Senhor Provedor,

Após o conhecimento do seu blog, que me parece ser bastante rigoroso e democrático, o que desde já me satisfaz, venho pelo presente post solicitar a sua autorização para expôr uma situação que continua a acontecer no nosso concelho, onde um blog, de nome Oeiras Local, insiste na ANTI-DEMOCRACIA, consolidada permanentemente pela sua administração. Estes Senhores continuam a supôr que os leitores são menos rigorosos na sua apreciação e julgam-se donos do espaço!!!
Não vou aqui mencionar directamente quaisquer nomes, pois de nomes, esses senhores têm a lição bem estudada, tendo dado provas diversas de faltas de educação e respeito.
Deixo aqui, com a sua permissão (desde já muito obrigado) uma resposta a um post colocado nesse blog, que não foi exposto, pretensamente por insultar a administração, imagine-se!!
Esses senhores, deveriam falar VERDADE e não o fazem!!

Fica então o comentário...
"Uma Pérola!!!
Com esta dinâmica sindicalista no Blog Oeiras Local, até me parece que mudámos (o blog, concerteza, que eu sou de ideias bem fixas, embora reconheça que quando não tenho razão, possuo também a ombridade de alterar a minha maneira de pensar, pois não sou detentor da razão absoluta) de partido...
Meus Senhores Professores... temos de reconhecer, todos sem excepção, que estamos perante uma classe com alguns privilégios... será que estou enganado? Penso e sei que não... (menciono apenas as reformas (ascendem a 2500€, pois a grande maioria dos professores são reformados em topo de carreira, períodos de férias (22 dias???), horários (combinados com colegas para ter dias de folga todas as semanas, mesmo que para isso os alunos tenham os chamados furos entre aulas), avaliações de desempenho (gostava que algum dos "atentos" me explicasse aqui o que é e em que consiste, e já agora qual a identidade idónea que a pratica), enfim, esta é apenas a ponta do iceberg que certamente muitos outros partilharão comigo.
No entanto, "atento" que sou ao meu quotidiano, sempre disposto a mudar de opinião, desde que coerentemente fundamentada, também reconheço adversidades diversas na profissão... mas pergunto, quem as não tem? Deixo dois exemplos, para reflexão, e de importância vital para a sociedade, tal como a educação "dos nossos".
1. Saúde... onde está o nosso (vosso) direito de protestar, quando vivemos num país, em que um Médico, aufere MENOS que um Professor... e não comecem já a responder que esses (os médicos) ganham muito... sim, essa lenga lenga já a conheço, quero apenas saber a opinião acerca da realidade que aqui deixo e essa é muito simples... Um médico aufere menos que um professor, se não acreditam, consultem a tabela que é pública!!! (concerteza que concordo com a lenga lenga que muitos de Vós vão aqui deixar, que têm consultório, que ganham o que querem, enfim, como disse, o costume... mas aproveito para repetir... ganham o que querem no privado e para isso trabalham!!
2. Segurança... será que algum dos Professores já se equacionou da falta de educação e respeito dos marginais, do perigo que é fazer rondas pela madrugada em bairros apelidados de "perigosos"... que um colete à prova de bala não faz parte do fardamento cedido para policiamento... enfim, para não falar das botas... (já agora, que dizem estes senhores professores quando algo Lhes corre menos bem... pois, esses (os polícias) só aparecem quando não devem, nunca estão onde deviam estar... enfim, o costume...)
Conhecem concerteza as remunerações da nossa polícia, mas uma vez mais, caso se sintam tão perseguidos (sim, os senhores professores) e continuam a apregoar más condições de trabalho e baixa remuneração, desafio aqui "os atentos" a expôr no blog, comparativamente, os vencimentos (são públicos) destes profissionais, que julgo (reconheço que posso estar enganado, mas nesse caso esclareçam-me) serem também fundamentais num estado de direito.
Quanto às regalias que acima citei para os Professores... comparativamente a esta classe (a polícia em geral) não me parece que sejam comparáveis, mas...
Para terminar que já vai longo o meu comentário, apelo para que haja bom senso na resposta, e já agora que o meu comentário seja publicado na íntegra, sem cortes.
P.S.- Poderia mencionar um sem número de profissões, mas para centralizar a questão, para que seja contida, apenas deixei para reflexão dois casos.
Obrigado.

Cumprimentos"

Deixo à consideração de todos, e gostaria então de saber quem foi insultado... apenas expressei uma opinião, democraticamente e com rigor, postura que estes senhores não têm...quem não tem argumentos... enfim, pequenez!!

Mais tenho para expôr, se me permitir, mas por agora não o queria incomodar mais.

Uma vez mais, obrigado Sr. Provedor.

Major Silvério

antonio manuel bento disse...

Caro Major Silvério,

Pelos vistos não sou o único com razões de queixa - entre as largas dezenas existentes certamente - do que se tem passado no blog de Oeiras Local, outrora a referência em debate democrático. Subscrevo os seus protestos e tem certamente em mim um aliado nesta luta reivindicativa pelos direitos e liberdades. Queria-lhe dizer que já tomei providências.
No que concerne ao seu texto, acho-o deveras pertinente e justo e estou de acordo com o exposto.

António Manuel Bento, um cidadão ao serviço da comunidade

Provedor de Oeiras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Provedor de Oeiras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Provedor de Oeiras disse...

Senhor Silvério,

Obrigado por participar neste “espacinho” que resolvi em boa hora criar. Todos os leitores são bem vindos e tenho imenso gosto que se tornem parte activa do Oeiras Pública, participando com comentários e artigos de opinião.
Quero fazer deste blog um espaço agradável, onde todos possamos também divergir mas nunca excedendo os limites das regras da boa educação e do civismo. Tem toda a liberdade para escrever os comentários que entender agora, não posso tolerar que neste blog se falte ao respeito a outras pessoas.

Atentamente,

Diogo Castro

Provedor de Oeiras disse...

Senhor Bento,

Para si o mesmo que disse ao Senhor Silvério, mas creio que estamos esclarecidos…

Atentamente,

Diogo Castro

« catalina das pestanas » disse...

O «silvério» tem um ódio incompreensível pelos professores.
Vai na volta andou na Casa Pia e foi abusado por algum.
Se calhar foi pupilo do Bibi... AHAHAH

Calos Cuz disse...

... e os outros é que são gays... :)))

Anónimo disse...

Catalina e Calos cus...

Pois é... quem é gay, não o admite, mas não desmente... os Senhores que se escondem atrás destes pretensos nomes, além de Gays (que não tem mal nenhum, é opção de cada qual e os senhores escolheram essa...), que se dizem perseguidos e que assinam com diversos nomes, tipo Antóoniio, Oeeiiiras, Ruuii, sei lá, entre outros, bem podiam ter respeito por este espaço DEMOCRÁTICO... coisa que já vai faltando em Oeiras... onde o Local está bloqueado por excesso de democracia concerteza... tenham vergonha meus senhores e respeitem o Sr. Provedor s.f.f....
Não têm autoridade para manter a ordem em casa e depois vêm para os outros blogs dar bitates... sinceramente...

Caro Sr. Provedor,
Espero que tenha "pulso" para manter ordem e respeito neste blog, pois estes senhores que assinam de Calos e Catalina não passam de desordeiros, arruaceiros e mal educados... não lhes dê tempo de antena... quanto aquilo que afirmo, em breve irei enviar-lhe as provas da anti-democracia destes... se ainda houver dúvidas, claro!!

Viva Oeiras! Viva o Oeiras Pública!! Viva Portugal!!

Major Silvério